Estilo de Vida, Lesões, Saúde, Treinamento Físico

NO PAIN NO GAIN!! – Hein???

Olá pipow!

No post de hoje vou bater em uma tecla que provavelmente já comentei em outros posts! A crença literal em “No Pain No Gain”!

A tradução de “No Pain No Gain” é sem dor sem ganhos, que quando detalhamos quer dizer que se você não estiver sentido dor não terá resultados. Quando eu li esse termo pela primeira vez interpretei a palavra “dor” como esforço, afinal, você só vê resultados, seja onde for, com esforço, o também famoso “hardwork” (trabalho duro). Mas, ao longo do tempo, percebi muita gente usando esse termo ao pé da letra, principalmente em sessões de treinamento, sentindo dor e continuando a atividade física como se aquela dor fosse um sinal de que o resultado almejado está mais próximo. Se você interpreta o “no pain no gain” como eu esse post não é para você, agora, se por algum momento, em sua cabeça, você acreditou que sentir dor durante o treinamento está ok, então esse post é para você!

Primeiro vamos entender um pouco o processo de dor. Não estou falando de desconforto, incômodo ou daquela dorzinha muscular pós treino. Treinar é sair da zona de conforto e isso causa repulsa em várias pessoas. Dói só de pensar em sair do sofá, e não é dessa dor que estou falando. Estou falando de dor aguda, forte. As últimas pesquisas mostram que a dor é muito mais que um indicativo de lesão, ela é a soma de um contexto ambiental que faz seu corpo perceber que você está em perigo. Esse alarme pode disparar antes mesmo que uma lesão ocorra, justamente para te proteger dela, é um sistema bem inteligente.

Mesmo dentro de toda essa complexidade de causas uma dor nunca será um sinal de que você está conquistando resultados positivos, pelo contrário, ela é um aviso de que algo vai mal, ou seja, ou você já se lesionou, ou está aumentando suas chances de se lesionar.

A dor é uma forma de comunicação do nosso organismo, ela nos obriga a mudar o estímulo que pode ser lesivo, seja deixando a gente de cama ou nos obrigando a alterar a forma de treinar.

Se você sente essa dor durante os treinos, pelamorrr, pare! Algo está errado! Reavalie sua atividade. Com a ajuda do seu instrutor entenda o que pode ser lesivo naquele exercício. É a carga? Diminua. É a velocidade? Controle. É o ambiente? Mude. É o exercício em si? Então pense em dar um passo para trás  e se prepare melhor para ele. A dor pode ser sua aliada para uma evolução saudável no esporte e se você não der ouvidos a ela essa mesma aliada pode colocar um ponto final nos seus treinos. Acredite, não dá para competir com ela.

Treinar sem dor é unir treino e saúde e um treino com saúde é um treino para o resto da vida. Quem disse que praticar atividades físicas tem prazo de validade? Então escute os sinais do seu corpo e não encare o “no pain no gain” de forma literal, só assim você garante resultados.

Abraços a todos!